RESERVA NACIONAL MAGALHÃES

Chile
É responsabilidade da rede hoteleira e de cada propriedade individual verificar a exatidão das fotografias mostradas. A mundoo não se responsabiliza pelas imagens.
Como é a experiência?
Descrição

O primeiro assentamento chileno nas redondezas do Estreito de Magalhães foi o Forte Bulnes. A colônia só foi transferida para Punta Arenas alguns anos mais tarde, quando encontraram carvão nas margens do Rio de Las Minas. Hoje, esse curso d’água faz parte de uma grande área de preservação ambiental, a Reserva Nacional Magalhães. São 20 mil hectares cobertos por espécies de árvores nativas, como as lengas e os coihues, além de outras plantas que dão flores e frutos.

Depois de atravessar o sul da cidade, pegaremos um caminho de cascalho até a reserva e, já lá dentro, uma estrada de quatro quilômetros rodeada pelo bosque patagônico. Só então chegaremos ao início da trilha, que representa uma caminhada de cerca de meia hora. Durante o percurso, fique com os olhos e os ouvidos bem atentos para captar a presença de algumas aves: os periquitos-austrais, os tico-ticos, os tordos e os ximangos são comuns por lá. Mas a maior recompensa a vista para o vale do Rio de Las Minas, que vai de encontro com o Estreito de Magalhães.


 É imperdível porque...
• A Reserva Nacional Magalhães fica a apenas oito quilômetros de Punta Arenas e guarda um bosque recortado por trilhas

• Durante o passeio, você terá a oportunidade de ver de pertinho uma série de espécies nativas de plantas e pássaros

• A trilha de meia hora descortina vistas panorâmicas para o vale do Rio de Las Minas

Duração e hora de início

1 Dia(s) (00:00)

O que você precisa saber:

Inclui:
• Guia
• Ingressos
• Transporte

Não inclui:
• Refeições
• Serviços não especificados

Informações adicionais:

Idioma – Espanhol ou inglês
Ponto de partida – Hotel
Horário de saída – A confirmar
Duração de aproximadamente 4 horas
Nível de dificuldade – Fácil; acessível para cadeirantes

 Quando
Ano todo; diariamente