ANCUD E PINGUINEIRA DE PUÑIHUIL

Castro, Los Lagos, Chile
É responsabilidade da rede hoteleira e de cada propriedade individual verificar a exatidão das fotografias mostradas. A mundoo não se responsabiliza pelas imagens.
Como é a experiência?
Descrição

Junto com os parques nacionais e as igrejas de madeira, as aves são uma das principais atrações de Chiloé – seu próprio nome deriva de Chille-Hué, que significa “lugar das gaivotas”. Mas, quando soube que a minha viagem coincidia com a temporada dos pinguins no arquipélago, que vai de setembro a março, não consegui pensar em mais nenhum outro tipo de ave.

O lugar para vê-los é a baía de Puñihuil, onde não uma, mas duas espécies se reúnem para reproduzir: os pinguins-de-magalhães, vindos da Patagônia, e os pinguins-de-humboldt, que chegam da costa do Peru e do próprio Chile. Eles podem ser vistos em ilhotas próximas à praia, alimentando os filhotes e ensinando-os a nadar.

O ponto de partida do nosso passeio foi a cidade de Ancud, onde aproveitamos para visitar o Mercado Municipal, com comida e artesanato locais, e a Fundação Amigos das Igrejas de Chiloé, com desenhos, maquetes e peças originais das igrejas. Almoçamos perto do mar e só então colocamos nossos coletes salva-vidas para navegar até as três ilhotas de Puñihuil, que ficam em uma área protegida como monumento natural.
 
ATENÇÃO: A navegação pela baía de Puñihuil está sujeita às condições climáticas.


 É imperdível porque...
• Esse é o único lugar do mundo onde as espécies de magalhães e humboldt se encontram e convivem pacificamente

• Além dos pinguins, você verá outras aves marinhas e também belos cenários durante esse passeio

• Os pinguins estarão em seu habitat, dentro de uma área de proteção natural
 
 

Duração e hora de início

1 Dia(s) (09:30)

O que você precisa saber:

Inclui:
• Guia
• Transporte
• Navegação

Não inclui:
• Serviços não especificados
• Gorjeta
• Almoço

Informações adicionais:

Idioma – Espanhol e inglês
Ponto de partida – Hotel em Castro ou na Península de Rilán
Horário de saída – 09h30
Duração - 7 horas
Nível de dificuldade – Fácil; não recomendado para obesos, pessoas com mobilidade reduzida ou qualquer outro problema de saúde. Não acessível para cadeirantes.

 Quando
De setembro a março; diariamente